A Ideia
29 setembro 2016

A ideia é o ponto de  partida para o desenvolvimento de  um negócio. Numa perspetiva muito genérica, uma ideia surge como resposta a uma necessidade identificada.

O mercado  permite  detetar  uma  necessidade  mas  não define o  produto  de  que590x332.jpg necessita.  A visão empreendedora vai revelar-se na capacidade de detetar uma necessidade e desenvolver uma solução ou produto para a satisfazer.

Exemplificando:
Quando  Steve  Jobs  criou  o  iPad  o  mercado  não  “lhe  disse”  que  precisava  de  um  tablet.  O mercado queria aceder à informática, nomeadamente à internet, em situações de mobilidade, na rua, no café, no aeroporto, sentados a uma mesa ou em pé, na paragem de autocarro ou no terminal do aeroporto.

Steve Jobs interpretou a necessidade e criou uma plataforma que tinha autonomia de bateria de  várias  horas,  arrancava  quase  de  imediato,  cujo  interface  de  trabalho  eram  as  próprias mãos  e  que  permitia  segurar  o  equipamento  e  simultaneamente  trabalhar  com  ele  com  um razoável  nível  de  conforto.  Alguns  dos  críticos,  mais  pessimista, garantiam  que  não  teria qualquer  sucesso  porque  não  tinha  teclado.  Claro  que  a  ausência  de  teclado  era  uma  desvantagens competitivas do iPad.

Não só o sucesso foi enorme, como todo o mercado se lançou a desenvolver produtos semelhantes.
‹ voltar